REGA GOTA A GOTA ECOLÓGICA

Um aspecto fundamental na indústria dos bio-combustíveis.

A indústria dos bio-combustíveis deverá basear-se em práticas agrícolas avançadas, que integrem os campos multidisciplinares da genética, agronomia e as avaliações económicas.

Janeiro de 2008 – Dr. Menachem Dinar
Agrónomo Senior

A maioria das “culturas candidatas” a utilizar na produção de energia, podem cultivar-se em condições de chuva natural (sequeiro) ou com rega. No entanto, o rendimento e a produção da maioria delas (milho, cana de açúcar, beterraba e outras) são quase duplicados com uma dotação óptima de rega. As condições climáticas instáveis e as baixas precipitações resultam em baixo rendimento, gerando um abastecimento irregular e deficitário de matéria-prima para a indústria.

A indústria dos bio-combustíveis tem que assegurar um abastecimento constante de matéria-prima com parâmetros uniformes de qualidade, e os produtores necessitam suportar a sua produção em dotações de água constantes. Sem dúvida que os produtores que se concentrarem em garantir matérias-primas na quantidade e qualidade necessárias, terão sucesso comercial.

ist1_3276312-wind-turbines-and-rapeseed-field1

O problema da escassez de água é bem conhecido e cada vez maior em diversos lugares do mundo. Em muitos lugares a disponibilidade de água está, inclusive, ameaçada por problemas de infra estruturas, transporte e armazenamento. O futuro das “culturas bio-combustíveis” na indústria dependerá de um abastecimento de água regular e constante, em que a protecção do meio ambiente se complemente com práticas agrícolas melhoradas.

olival

A plataforma de rega gota-a-gota ecológica baseia-se na aplicação uniforme, na zona activa da raiz, de quantidades precisas de água e de fertilizantes, em conjunto com um conhecimento agrícola racional sobre as necessidades hídricas da planta.

A rega gota-a-gota ecológica está directamente relacionada com a redução da aplicação de pesticidas e com o uso óptimo de fertilizantes. Este tipo de rega, aliado à aplicação racional de pesticidas, evita a acumulação de fertilizantes no solo e nas camadas subterrâneas. O uso da monitorização e de modelos para prever o desenvolvimento de pragas e compreender as necessidades minerais da planta, é um factor essencial na redução dos problemas ecológicos.

A rega ecológica gota-a-gota é bastante económica devido à poupança de água e também porque evita o desperdício das suas fontes. Além disso, é uma solução eficaz contra a erosão do solo, que reduz significativamente o uso de energia, em comparação com a maioria dos outros métodos de rega.

fertilizante

Assim sendo, a rega gota-a-gota ecológica contempla tanto os problemas agrícolas como os do meio ambiente, integrando-os numa solução óptima. Se a indústria dos bio-combustíveis adoptar o conceito de rega ecológica será muito mais fácil e eficiente atingir os seus objectivos máximos: garantir um abastecimento regular e constante de matérias-primas que a indústria necessita e colaborar na correcção de crescentes desequilíbrios no nosso meio ambiente.